E-mail

claudio.bertode@gmail.com

WhatsApp

62 992250155

Nelsinho
CONFUSÃO

A confusão da volta às aulas na Rede Estadual de Educação

Formação para professores e aula para alunos, tudo ao mesmo tempo, marcaram o dia da confusa volta às aulas da Rede Estadual de Educação, para piorar os professores que viajaram para o curso de capacitação tiveram que bancar almoço do próprio bolso.

Mundo sem noção

Mundo sem noçãoTudo sobre as coisas sem noção da nossa realidade.

31/07/2019 14h01Atualizado há 3 semanas
Por: Cláudio Bertode
2.023

 

O dia 31.07, devido à greve, que seria para a volta às aulas, foi inusitado. 

Sem planejamento, sem aviso antecipado, Fátima Gavioli por meio da Secretaria Estadual de Educação promoveu, o que foi chamado de “formação”. 

 

UM DIA CONFUSO

 

As escolas em que iriam voltar as aulas, funcionaram com um número pequeno de professores, uma vez que alguns educadores das escolas estaduais viajaram para as regionais para o curso que seria ministrado pela SEDUC (Secretaria Estadual de Educação), os que sobraram na escola, revesaram-se para atender aos alunos que foram para a escola. 

 

PROFESSORES SEM ALMOÇO

 

Muitos professores reclamaram de que a equipe da Secretária Fátima Gavioli, que dirige a Seduc, não avisou que não daria o almoço, assim os professores que ainda nem receberam o salário de julho tiveram de bancar o próprio almoço. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.